"EXPEDICAO SERRA RIO DO RASTRO - SANTA CATARINA"

04 a 11-12-2013

No decorrer da viagem estarei postando os relatos e as fotos.
Eu tinha planejado essa viagem a varios meses, pensando em fazer a mesma sozinho. Pois a intencao era visitar todos meus parentes, em Canoinhas, Jaragua do Sul, Bal. Camboriu, Joinville, e fazer a Serra do Rio do Rastro, e depois voltar a Goias. No final do mes de Outubro, o Jair esteve aqui em casa e no decorrer da conversa durante o almoco ele me disse que ia fazer uma viagem solo a Blumenau, SC, no inicio de Dezembro. Entao combinamos de eu ir com ele, assim ficaria bem melhor. Diante disso eu mudei toda a minha programacao da viagem.

FOTOS PODEM SER VISTAS AQUI

 Fotos do evento podem ser visto neste link. (Album Face)

       
Mapa do trajeto, na ida.

 

"Saindo para a viagem"


04-12-2013...1º dia de viagem. Moto carregada com alforges, esperando chegar 14 horas para virar a proa da Harlona no rumo de Goiania, e encontrar o mano Jair em sua casa. Eita! ansiedade! 14:30 horas, dei partida na moto e segui para onde a Ana Maria trabalha, um baita beijo, abraco e fui abastecer, seguindo direto pra rodovia. La em Planalmira, parei pra colocar a capa de chuva, pois tinha comecado a cair agua do ceu. Parada no Posto Pequi na saida de Anapolis, para abastecimento, lanche e alongamento, continuando a viagem, cheguei na casa do mano Jair as 18 horas. Tirei apenas a maleta com as roupas do dia a dia, e para a minha surpresa dona Ana esqueceu de colocar as bermudas. Jair me emprestou uma..banho tomado, roupa fresca, uma janta bem no estilo da cunhada, assistimos tv, batemos papo, mas logo fui durmir, pois tinhamos combinado de sair bem cedinho no dia seguinte.

05-12-2013...2º dia de viagem. As 05:30 horas da manha, saimos da casa do Jair, pegando a Br 153 indo direto ateh o Posto Trevao, para um lanche, abastecimento, e banheiro. Dali enviei um torpedo para a Ana, Erik e Aline avisando onde estava. Na estrada novamente seguimos direto ateh Sao Jose do Rio Preto, SP, onde paramos pra abastecer e almocar. Mais um torpedo pra familia e la estavamos novamente na estrada, parando em Ourinhos, SP, onde caiu uma chuva enquanto abasteciamos as motos. Colocamos a capa de chuva, pois estava tudo preto no ceu. Na estrada outra vez, pegamos uma baita chuva entre Siqueira Campos e Arapoti PR. com muito vento o que nos obrigou a diminuir a velocidade. No ultimo pedagio antes de Ponta Grossa, nos esperava o mano Rossi, que gentilmente nos levou ateh a sua casa. O Jair tomou um banho a jato e foi na reuniao na Loja do mano Rossi, eu tomei banho e fiquei com a cunhada e a sobrinha, batendo papo. Quase 23 horas eles chegaram, batemos mais um papo todos juntos, e eu fui dormir, antes tomei um comprimido de dorflex, pois as dores estavam incomodando, naquele dia rodamos 1.153 km. Um record do Jair e meu tb.

06-12-2013...3º dia de viagem. Levantamos bem cedo, feita as despedidas, e o mano Rossi nos levou ateh perto da saida de Ponta Grossa, pois o mesmo tinha que ir ao Quartel do Exercito, ele eh Oficial Tenente. Paramos em um posto de gasolina ainda dentro da cidade, motos abastecidas e la vamos nos outra vez, enfrentar as estradas. Sempre apreciando a paisagem linda do sul do Brasil, seguimos direto ateh Joinville SC, passando por Curitiba. Nossa! Nao conheco mais nada daquela cidade, onde morei em 1980. Paramos num posto e eu liguei para o filho do meu primo Zinho, que eu nao via desde nosso tempo de Exercito, em 1973..ou seja 40 anos sem se ver. Marcamos no posto Sinuello e ali eu esperei...rapaz...foi emocionante, ficamos batendo papo e tentando atualizar os atrazos. Ele queria que a gente fosse almoçar com ele na sua casa, mas tinhamos pressa, pois o Jair tinha um encontro ainda hoje a noite em Blumenau, SC. Combinamos de eu ir almoçar com ele na proxima viagem ao sul, no final do ano, eu e a Ana Maria. Ele foi embora e nos almoçamos por ali mesmo, e eu sempre comendo apenas salada, do jeito que gosto. Novamente estrada, e fomos ateh Blumenau, onde ficamos hospedados no 23* Batalhao de Infantaria. Nos apresentamos ao oficial de dia, e depois de apresentado a documentaao, fomos levados ateh o alojamento, deixando as motos estacionadas bem ao lado. Bagagem toda descida, banho tomado, roupa trocada, logo fomos recebidos pelo veterano Capitao, que iria assumir o comando na noite de sabado. Nos apresentaram o Comandante do 23º BI Cel. Fialho, gente bonissima. A noite teve uma palestra no auditorio do Batalhao sobre a Sociedade dos Amigos do Batalhao, onde logo apos foi servido um coquetel, e depois disso fomos dormir, cancados porem felizes.

07-12-2013...4º dia de viagem. Sabadao, levantamos bem tarde, nesse dia, antes das 9 horas, e fomos ao rancho dos oficiais para tomar o cafe da manha. Tiramos fotos e demos uma volta pela unidade, mais tarde recebemos a visita do Cmte. Cel. Fialho, batendo um gostoso papo por muito tempo. Alomçamos no cassino dos Oficiais, e assim passou o dia, ficamos no alojamento a maior parte do tempo. Ja a tardinha fomos ateh o Hotel de transito, bem em frente ao Quartel, onde tinha 2 casais de veteranos da PE, vindos de Curitiba, PR e de carona, fomos com eles ateh o local da festa. Chegamos e apos as apresentacoes, nos acomodamos e logo começou a solenidade de transmissao de comando dos Veteranos da Policia do Exercito. Uma solenidade belissima, feita de acordo os rituais militares, comandada por um General e um Coronel, vindos de Brasilia, para o evento. Em seguida foi feita uma surpresa, pois eles ganharam de presente uma motocicleta Harley Davidson, em otimo estado de conservaçao, que era usada pela PE. Servido o jantar, ainda ficamos mais um bom tempo, la, nos despedimos e agradecemos ao Cel. Fialho, pela hospitalidade, avisando que deixariamos o Quartel bem cedinho e assim novamente voltamos de carona, ateh o 23º BI, onde nos recolhemos ao alojamento, para aquele descanco.

08-12-2013...5º dia de viagem.Saimos do Quartel antes das 7 horas, o tempo estava nublado, com uma forte neblina, e eu ja sai com a capa de chuva, previnido. As 09 horas estavamos passando pelo Balneario Camboriu, como cresceu aquela cidade, os predios ja estao na beira da rodovia. Dali pra frente o sol brilhou e limpou o ceu. Na saida de Florianopolis, paramos em um posto de gasolina e ficamos aguardando a chegada do mano Wagner, que nos orientou de como fazer o trajeto na Serra do Rio do Rastro, pois ele foi o Engenheiro responsavel pela pavimentacao daquela estrada. Um cafezinho, lanche, fotos e em seguida a despedida e la vamos nos. Passamos por algumas cidades, e no meio dia estavamos almocando, no inicio da subida da serra. Iniciamos a subida, parando em todos os recuos da estrada para tirar fotos e apreciar a beleza da natureza. Nao tem como explicar a sensacao que a gente sente. Fomos ainda ateh a entrada da cidade de Bom Jardim da Serra, e de la voltamos para fazer a descida, nao sem antes dar uma parada no mirante principal, de onde emocionado liguei pra Ana Maria, aqui em Goias, dizendo a ela, a emocao sentida e alegria de poder ter feito mais esse desafio. Descemos tranquilamente, e ja na BR 101, viramos a proa das motos no sentido Porto Alegre, onde chegamos la pelas 18 horas, paramos bem em frente ao Estadio Arena do Gremio, onde o Jair ligou para o amigo dele (Sargento Pereira). Logo ele chegou com mais um amigo e nos conduziram ateh a casa dele. Banho tomado, bermuda, chinelo, e logo comecou a chegar os outros veteranos, carne comecou a ser assada, e rapidinho estavamos num baita churrasco a gaucha, eita coisa deliciosa. A conversa foi ateh as 1 da manha, quando mais cancado que nunca fui dormir. Pois ja tinha combinado com o Jair de no dia seguinte iniciarmos a volta, pois tinhamos sido convidados para estarmos presentes na passagem de Comando do Batalhao da Policia do Exercito em Brasilia, no dia 12. Entao eu sugeri ao Jair que voltassemos pela BR116, e passariamos em Canoinhas, SC onde eu visitaria meu Irmao carnal.

09-12-2013...6º dia de viagem.Mais uma vez cedinho estavamos prontos para iniciar nova empreitada, fomos guiados pelo amigo do Jair, ateh o primeiro grande engarrafamento na saida de Porto Alegre. Ali a gente deixou ele e seguimos fazendo dentro do possivel o famoso corredor, unica maneira de adiantar a viagem. Bem mais na frente nos esperava outro Veterano da PE, com sua moto, era o Capitao Neto. Com ele a gente andou muito, e bem na frente paramos, agradecemos e ele voltou a P.A. nos seguimos pela BR116, subindo e descendo as serras gauchas, coisa muito linda, a gente andava dentro de um tunel de arvores, e assim foi ateh chegarmos no planalto catarinense. Canoas, Sao Leopoldo, Caxias, Sao Marcos, Vacarias, entre outras foram deixadas para traz. Acho que almocamos em Santa Cecilia, e seguimos em frente, passando por Lages, Monte Castelo, Major Vieira, e finalmente as 17:30 horas entramos em Canoinhas. Fotos tirada no portal da cidade, que eh muito bonito, e fomos direto pra casa do mano Joao. Rapidamente instalados, tomei meu banho e logo comecou a chover, o Joao me disse que meu amigo Victor, morava ali perto, intao aproveitei e fui la na casa dele, sabendo que os outros amigos e parentes iriam ficar bravos comigo, mas o tempo era curto e nao parava de chover. Na casa do Vitinho, tomamos um delicioso cafe, com pao caseiro, recem saido do forno. Muito papo gostoso, eles foram com a gente ath a casa do Joao, pra ver as nossas motos. Ali ficamos ateh as 22 horas, quando o tempo deu uma estiada, e eu os levei de volta a casa. Voltei pra casa e a cunhada Lurdes nos serviu uma janta bem gostosa. O Joao me disse que talvez venha a Niquelandia, no Natal, estaremos esperando, se nao vier nos vamos ao sul...eu e a Ana Maria. Dormi no meu velho quarto, na parte superior da casa. As 5 da manha ja estava acordado.

10.12-2013...7º dia de viagem. As 07:00 horas da manha estavamos saindo de casa, feita as despedidas, fui tocando bem devagar, pelo centro de Canoinhas, aproveitando ao maximo os momentos ali sentidos, logo estavamos passando por Tres Barras, e o tempo estava com muita neblina, por isso fomos devagar ateh a proxima cidade, Sao Mateus do Sul, paramos em Palmeira para abastecimento, um rapido lanche e logo mais estavamos passando por Ponta Grossa, depois vieram Castro, Arapoti, Siqueira Campos, almocamos bem depois de Santo A. da Platina. Ali o Jair me deu um susto, dizendo ter perdido a chave da moto dele, e outras tambem, mas logo achou, e continuamos a viagem. Entre Ourinhos e Marilia, pegamos uma chuva fortissima, onde nem a capa de chuva ajudou, fiquei molhado da bota a cabeca. La pelas 18 horas achamos um hotel bem na saida de Sao Jose do Rio Preto, onde pernoitamos.

11.12-2013...8º dia de viagem.Deixamos o hotel em Sao Jose do Rio Preto, as 8 horas da manha, seguindo direto ateh o Posto Trevao onde abastecemos as motos e continuamos a viagem ateh o Posto Alvorada em Goianapolis, para nosso ultimo almoco, que por sinal estava uma delicia. Ali mesmo me despedi desse grande companheiro e Irmao, Jair, foi bom demais fazer essa expedicao com voce. Pois eu nao estava pensando parar em Goiania, uma vez que ainda tinha mais 320 km pela frente, e pelos calculos seriam mais 3 a 4 horas de viagem ateh Niquelandia. Mantendo nossa velocidade de cruzeiro, passamos em Goiania as 14:30 horas, e depois daquele buzinasso nas motos, aceno de despedida, segui em frente, parando em Terezopolis para abastecimento, e novamente na estrada, peguei mais uma baita chuva em Anapolis, mas nada que me fizesse desistir. As 17:30 horas entrei na cidade de Niquelandia. Chegando em casa descarreguei as bolsas e alforges da moto. Deixando para lavar no posto e abastecer a mesma no dia seguinte.

Termina assim a grande "EXPEDICAO SERRA RIO DO RASTRO" me restando agradecer a Ana Maria, Erik, Aline e a minha nora Poliana, e meu genro Rafael, pelo apoio a esta empreitada. Agradeco tambem ao Grande Arquiteto do Universo, por me conduzir sem nenhum problema nesta viagem.
Ao meu querido Anjo da Guarda, que em todos os momentos esteve do meu lado, sempre me protegendo.
Quando me refiro ao Anjo da Guarda, me emociono, pois poucos sabem do que eh "beijar o pavimento betuminoso, e sair ileso, gracas a ele".
Durante muitos anos, motociclistas experientes tem protegido suas motocicletas com o Sino Guardiao que, diz a lenda, tem o poder de aprisionar os maus espiritos que vagueiam pelas estradas, responsaveis pela mah¡ sorte nas viagens. Na verdade, parte da boa sorte e protecao que o mesmo traz esta na atitude sincera de quem presenteia um amigo, pois nao se deve comprar o sino, mas sim ganhar.
Vale a inscricao: "Nunca pilote mais rapido do que o seu anjo pode voar.

MUITO OBRIGADO!!!! ESPERO PODER RECEBE-LOS EM MINHA HUMILDE QUERENCIA AQUI EM GOIAS.


     

Mapa do trajeto, retorno.

   

Total de kilometros rodados.


 Fotos do evento podem ser visto neste link. (Album Face)

From: Jair FERCON-Ferragista
jairfercon@yahoo.com.br
To: mcbda_go@yahoogrupos.com.br
Subject: Viagem a Porto Alegre.
Sent: Wed, Dec 11, 2013 8:35:29 PM
Os irmaos pediram e aqui esta o relato.
Depois de 7 dias de viagem, eu e o Luluzao estanos de volta. Foram 4242km rodados. Uma viagem como sempre maravilhosa. Dia 5 saimos de Goiania e rodamos 1153km no primeiro dia indo dormir na casa de um bode do asfalto o querido Ir. Rudinei Rossi o qual nos recebeu maravilhosamente no Posto de pedagio e pensando que nos levaria a um Hotel nos levou pra sua casa onde passamos a noite e como era dia de sessao em sua Loja fomos fazer uma visita e saborear um delicioso jantar alem de rever varios bodes que estavam ali presente entre eles o Ir. Cel. Salvio meu amigo.
Dia 6 seguimos pra Blumenau para participar do Encontro de Veteranos PEs que foi no dia 7 a noite em uma festa muito linda.
Dia 8 fomos conhecer a Serra do Rio do Rastro passando por Florianopolis encontramos o Ir. Wagner bode e Grao Mestre de Santa Catarina que fez questão de nos ver e abracar. Seguimos e depois de subir e descer que foi uma experiencia inexplicavel, soh fazendo pra entender. Ainda dia 8 fomos pra Porto Alegre onde fomos recebidos por um grupo de Veteranos entre eles o Sgt. Pereira que nos levou pra sua casa e fez um grande churrasco a moda gaucha.
Dia 9 retornam tendo uma escolta feita pelo bode Cap. Neto que nos levou ateh uns 60km de Porto Alegre, chegamos em Canoinhas SC terra natal do Luluzao e fomos pra casa do Ir. Dele o Sr. Joao.
Dia 10 seguidos nossa viagem vindo dormir em Sao Jose do Rio Preto.
Dia 11 agora as 14hs. acabei de chegar em casa um pouco preocupado com o Luluzao que ainda falta 300km pra chegar em sua casa. Foi uma viagem maravilhosa. O Luluzao eh uma companhia muito agradavel e facil de lidar. Conhecer seu primo que a 40 anos ele nao via conhecer seu irmao Joao e seu amigo de infancia Vitinho foi muito bom. Obrigado Luluzao pela companhia, por me aturar, por dividir comigo o Sol a noite, a estrada e etc. Foi mais uma viagem agradavel e inesquecivel.